Review

A terceira geração do Note conseguiu ultrapassar a estranheza que casou a primeira geração. foi o primeiro a ultrapassar dois preconceitos: o tamanho do ecrã (mais de 5 polegadas) e a pen, que se julgava morta e enterrada.

O ecrã revela-se útil para navegar na internet e para visualizar melhor certas aplicações, já a pen é limitada pelas aplicações disponíveis, apesar de a Samsung utilizar artistas para valer o seu ponto de vista. o certo é que nós raramente utilizamos a Pen.

Em termos de desempenho, até ao lançamento do Galaxy S V o Note III era o smartphone mais rápido do mercado com uma pontuação de 35135 na app AnTuTu.

images

A grande novidade prende-se com facto da Samsung vender o Gear, um relógio inteligente, com o Note III. O gear permite ver sms, atender chamadas (ligado por Bluetooth) e tem aplicações especificas. Na nossa opinião é um produto para early adopters que não perdem este tipo de gadgets. Ainda precisa de um app killer, uma app que torne este gadget indespensável. Nós apreciamos a Sheath que permite monitorizar a actividade física diária.

Também sabemos que este tipo de gadget é a próxima grande tendência da tecnologia. Esta é a primeira versão, certamente a segunda geração será mais interessante.

galaxy note III gear

No global, depois de ultrapassar a estranheza do ecrã, o Note III é dos melhores smartphones no mercado. Nota-se o cuidado que a Samsung colocou no design e na construção (a parte de trás possui um desenho especifico com o intuito de disfarçar o plástico).

Como aspecto menos positivo destacamos a duração da bateria (um ecrã de 5,5 polegadas gasta bastante bateria) e a insistência da Samsung em utilizar plástico em abundância num gadget que custa mais de 600€.

 

Rating 4.5 em 5



About the Author

Edmar Rodrigues
Sou jornalista de Ti desde 1999. Tendo passado por publicações como ComputerWorld e Bit e pelos sites www.itnews.com.pt de 2002 a 2006 e www.i-tech.com.pt de 2010 a 2014. Actualmente faço a gestão do Tekie e do www.idrive.pt