Tekie
By iTech



Beyond

08/10/2015
 

Colisão ou colaboração com a entrada da Geração Z no mercado de trabalho? 

De acordo com um recente estudo patrocinado pela Ricoh, mais de metade dos colaboradores (52%) afirmam que as respetivas entidades empregadoras não conseguem ir ao encontro das necessidades das diferentes gerações no local de trabalho. Esta dura conclusão sugere um caminho no sentido da colisão a nível corporativo, uma vez que pela primeira vez na História uma quarta geração – a Geração Z – ingressa a população ativa.

 

Mas o que é que a Geração Z (pessoas com atualmente 19 anos ou mais novas) quer e espera ao certo? Merecem o rótulo rude, atribuído por alguns, de indivíduos excessivamente exigentes e obcecados por ecrãs em busca de reconhecimento imediato? Um inquérito a mais de 3300 pessoas agregando as quatro gerações e 22 países da Europa, Médio Oriente e África deu como resposta um enfático “não”.

 

Os indivíduos da Geração Z são únicos. Foram fortemente influenciados pelos pais individualistas da Geração X, ouviram histórias dos avós do Baby Boom e assistiram aos erros e êxitos da Geração do Milénio. Combinando esta influência com o seu interesse por tudo o que é digital, possuem uma base sólida para atingir objetivos e educar os outros num mundo profissional exigente e em constante mudança.

 

As boas notícias são que a maioria dos colaboradores (88%) dos inquiridos de todas as gerações acredita que uma força laboral de diferentes idades constitui um ativo para uma empresa. No entanto, o inquérito revelou um desafio-chave que os gestores têm de ultrapassar.

 

Mais de um terço (35%) dos colaboradores mais velhos prevê que aumentem as tensões no local de trabalho com a chegada da Geração Z às empresas. Com a próxima vaga de mudança impulsionada pela tecnologia a atingir e agitar ainda mais o local de trabalho, é imperativo criar ambientes que permitam e fomentem um trabalho genuinamente harmonioso e produtivo entre gerações.

 

O inquérito revelou que 65% dos inquiridos concordam que há diferenças fundamentais no modo como trabalham os colaboradores de cada geração. As diferenças mais evidentes são encontradas nas respetivas atitudes, expetativas e estilos de trabalho. A comunicação presencial, embora continue a ser o método preferido entre todos os grupos, está em declínio se olharmos para a sua evolução de um ponto de vista geracional.

 

A preferência por este tipo de comunicação cai de 77% entre a geração do Baby Boom para 58% na Geração Z. Paralelamente, 73% dos inquiridos da Geração Z acreditam que o seu futuro empregador irá satisfazer as suas necessidades, contrariamente a meros 48% das outras três gerações.

 



About the Author

Edmar Rodrigues
Sou jornalista de Ti desde 1999. Tendo passado por publicações como ComputerWorld e Bit e pelos sites www.itnews.com.pt de 2002 a 2006 e www.i-tech.com.pt de 2010 a 2014. Actualmente faço a gestão do Tekie e do www.idrive.pt



 
 

 

PORTO EDITORA E SAMSUNG ASSINAM PARCERIA PARA IMPULSIONAR O DIGITAL NA EDUCAÇÃO

A Porto Editora e a Samsung assinaram terça-feira, dia 7 de novembro, uma parceria que tem como principal objetivo impulsionar a utilização do digital na educação. Para tal, a maior editora portuguesa e uma das maiores emp...
by Edmar Rodrigues
 

 
 

“Descubra” é a melhor APP para o turismo

A APP “Descubra” foi reconhecida pela ACEPI – Associação da Economia Digital – com o Prémio Melhor APP de Turismo Nacional, na edição de 2017 dos Prémios Navegantes XXI. O download é gratuito! Com uma interface d...
by Edmar Rodrigues
 

 
 

A HP Anuncia a Workstation Destacável mais Poderosa do Mundo

A HP apresenta a Workstation  destacável mais poderosa do mundo, concebida para responder às necessidades de desempenho e mobilidade de artistas, designers e profissionais de imagens digitais, que precisam de utilizar o Adob...
by Edmar Rodrigues
 

 

 

Puro apresenta novo adaptador multiportas Type-C

A Puro, representada em Portugal pela Projecto Visual, reforçou a sua gama de carregadores com o lançamento do adaptador Type-C HUB 6-em-1, compatível com a maioria dos dispositivos USB-C, e que permite adaptar vários tipos...
by Edmar Rodrigues
 

 
 

Huawei Mate 10: a verdadeira inteligência para o melhor desempenho de smartphone

Alimentado por Inteligência Artificial, o HUAWEI Mate 10 Pro é o smartphone mais poderoso do mundo. Entende os comportamentos dos utilizadores e gere de forma dinâmica e inteligente os recursos móveis, atendendo a todos os ...
by Edmar Rodrigues
 

 




 
%d bloggers like this: