Tekie
By iTech



iDrive

24/06/2015
 

Antestreia mundial do Alfa Romeo Giulia

Foi hoje apresentado à imprensa internacional em Arese (Milão), no renovado Museu Histórico Alfa Romeo, o Giulia, na versão topo de gama marcada com o mítico Quadrifoglio.

Um evento especial que, antes de tudo, pretendeu ser a celebração de uma marca mais que secular: de facto, a Alfa Romeo fez hoje 105 anos de vida, um aniversário extraordinário partilhado por um número muito restrito de marcas de automóveis, ainda mais reduzido se compararmos os sucessos comerciais e as vitórias desportivas conquistadas pela marca um pouco por todo o mundo.

Corria o dia de 24 de Junho de 1910 quando foi fundada, em Milão, a A.L.F.A. (Anonima Lombarda Fabbrica Automobili). Hoje, 24 de Junho de 2015, abriu-se uma nova página na história de uma marca que não pára de surpreender e, desta vez, apresentando, mais do que um modelo novo, um autêntico manifesto que concentra passado, presente e futuro e que é um dos mais brilhantes exemplos de excelência automobilística mundial.

Um evento dentro do evento, portanto, para o qual não poderia haver melhor escolha do que o novo Museu Alfa Romeo de Arese, a “casa” da marca que, em 30 de Junho, abrirá as portas ao grande público. Renovado na estrutura, o pólo de exposição aloja as mais famosas e inovadoras criações assinadas pela Alfa Romeo, responsáveis por algumas das mais importantes páginas da história do automóvel e que ainda hoje são fonte de inspiração para jovens designers e engenheiros da marca.

Entre eles está uma elite de engenheiros, projectistas e estilistas conhecidos dentro do Grupo FCA sob a alcunha de “Skunks”, termo que identifica as melhores equipas, aquelas a quem são confiadas as missões mais delicadas e tecnologicamente mais inovadoras. Unidos pelo mesmo amor à Alfa Romeo e pelo modo único de entender o automóvel – não como um “útil meio de transporte”, mas sim como uma “criação mecânica” que transcende o campo da necessidade para convergir no das emoções mais autênticas – os “Skunks” tinham apenas um objectivo: criar o Alfa Romeo do futuro, respeitando o património nascido do trabalho e do orgulho de milhares de pessoas – técnicos, operários, directores – que, ao longo do tempo, se afadigaram nas fábricas, nos escritórios e nos circuitos.

O novo logotipo Alfa Romeo

O Alfa Romeo Giulia personifica a mudança de paradigma da marca, mas mantendo-se fiel à sua tradição secular: aliás, só quem tem um grande passado pode enfrentar os desafios do futuro. E o respeito pela própria história está demonstrado também no logotipo que o novo modelo exibirá pela primeira vez ao mundo: se, no exterior, o emblema foi renovado e modernizado, nada foi alterado na forma e nos elementos distintivos que o tornaram um símbolo dilecto a nível global.

“La meccanica delle emozioni”

São cinco os elementos que tornaram a Alfa Romeo uma das marcas de automóveis mais desejadas do mundo: design inconfundivelmente italiano; motores de vanguarda e inovadores; perfeita distribuição do peso (50/50); soluções técnicas únicas e melhor relação peso/potência. Ingredientes indispensáveis para criar um Alfa Romeo.

Basta sentar-se a bordo do novo modelo para perceber que se está a entrar numa dimensão diferente, onde o fulcro é o condutor, com as suas emoções e o seu desejo de viver uma experiência de condução excitante, graças à sensibilidade da direcção, à resposta ao acelerador e às reacções imediatas da caixa de velocidades e dos travões. A estas características, há que acrescentar a escolha da tracção traseira ou integral, que é, não só um tributo às raízes mais autênticas do mito Alfa Romeo, mas também uma solução técnica que assegura excelentes performances e grande divertimento.

Na Alfa Romeo, tudo isto se sintetiza em “meccanica delle emozioni”, uma expressão de comunicação forte e distintiva que será difundida em todo o mundo sempre em italiano, prestando homenagem ao país onde a marca nasceu já há mais de um século. Um mito que ainda hoje faz chegar o Made in Italy às estradas do dia-a-dia, aos circuitos mais famosos e ao coração de milhões de entusiastas espalhados pelos quatro cantos da Terra.

150624_Alfa_Romeo_Giulia_HP2

Design inconfundivelmente italiano

Um Alfa Romeo nasce daquele perfeito equilíbrio entre património, velocidade e beleza que o torna a mais elevada expressão do estilo italiano no mundo automóvel. O novo Giulia não é excepção, já que encerra as três principais características do design italiano: sentido das proporções, simplicidade e qualidade das superfícies. Foi com esta “pele” que os estilistas da Alfa Romeo revestiram, com cuidado artesanal, as peças mecânicas.

As proporções, em particular, são baseadas na arquitectura técnica de todo o automóvel: para a Alfa Romeo, os pontos de referência são o equilíbrio do peso (50/50) e a tracção traseira. Para equilibrar o peso do melhor modo, o motor e a mecânica devem estar colocados entre os dois eixos. Daqui surgiu a escolha de desenhar, para o Giulia, volumes dos eixos das rodas às extremidades muito reduzidos, capô longo e guarda-lamas dianteiros também longos, habitáculo recuado “apoiado” sobre as rodas motrizes e guarda-lamas traseiros musculados que marcam visualmente o ponto onde a potência é descarregada em terra. Tudo isto se traduz numa distância entre eixos extremamente generosa – a mais longa da categoria – dentro de uma carroçaria particularmente compacta. Destas proporções nasceu uma forma dinâmica, como se deduz da vista em planta. Para além disso, os ângulos arredondados e os pilares envolventes conferem elegância à viatura, criando um perfil “em gota” que recorda um dos mais belos automóveis de todos os tempos: o Giulietta Sprint.

O segundo aspecto do estilo italiano é a “simplicidade”, que esconde um dos processos criativos mais complexos da indústria: projectar um automóvel. Compete ao estilo, de facto, ocultar o longo e complicado trabalho que está por trás de uma linha simples e natural, que realce a elegância das formas e o requintado gosto Made in Italy. É esta mesma abordagem que caracteriza toda a história do design Alfa Romeo, que sempre se expressou através de linhas depuradas e bem definidas. É por isso que o novo Alfa Romeo goza de uma identidade forte, feita de pouquíssimos traços: uma linha esculpida nos lados, a marcar as portas e a envolver os puxadores e, obviamente, o mítico triângulo frontal, talvez a assinatura mais famosa e reconhecível no mundo do automóvel.

Por fim, o estilo italiano caracteriza-se pela qualidade das superfícies, o que significa criar reflexos ricos e harmoniosos através dos volumes. No novo Giulia, o resultado final é uma forma escultural que recorda um grande felino a preparar-se para atacar. Encontramos a mesma inspiração no interior, linear e essencial, todo centrado no condutor, como revela o agrupamento de todos os comandos no volante, pequeno e concebido para se adaptar a todos os estilos de condução. Não só. O posto de condução foi “talhado” como um tecido, com o túnel em diagonal, o tabliê ligeiramente ondulado e os instrumentos orientados para o condutor, “costurado” como um fato, com cuidado artesanal e materiais preciosos: fibra de carbono, madeira e tecidos, escolhidos pela agradável sensação visual e táctil e montados de modo a tornar visível o toque humano.

150624_Alfa_Romeo_Giulia_HP3

Motores de vanguarda e inovadores

Outro elemento que distingue um Alfa Romeo são os motores, de vanguarda e inovadores. Foi por isso que se decidiu, para a versão Quadrifoglio, construir um motor único em termos de tecnologia e performances, novo ponto de referência da marca.

Trata-se de um motor a gasolina sobrealimentado de 6 cilindros, elaborado por técnicos provenientes da Ferrari, que debita 510 CV e oferece prestações excepcionais: a aceleração de 0 a 100 km/h, por exemplo, é feita em apenas 3,9 segundos. Para além disso, embora os valores de potência e binário sejam sensacionais, o novo motor é surpreendentemente económico, graças ao sistema de controlo electrónico de desactivação dos cilindros. Obviamente, como todos os motores da próxima geração, tanto a gasolina como diesel, este 6 cilindros é totalmente em alumínio para reduzir o peso da viatura, em particular sobre o eixo dianteiro, e proporcionar um som genuinamente Alfa Romeo.

Perfeita distribuição do peso

Uma das particularidades do novo Giulia é a gestão do peso e dos materiais, que permitiu chegar a uma perfeita distribuição de 50/50 entre os dois eixos. É uma característica que se revela decisiva para o prazer de condução proporcionado por um Alfa Romeo, atingido através do trabalho realizado no layout da viatura e da colocação dos elementos mais pesados numa posição o mais central possível.

Para além da distribuição do peso, também as suspensões são essenciais para uma estabilidade sempre perfeita. Para o eixo traseiro, foi escolhida uma solução de braços múltiplos que assegura excelente desempenho, prazer de condução e conforto. Para o eixo dianteiro, foi desenvolvida uma nova suspensão de dois braços oscilantes com eixo de direcção semivirtual que optimiza o efeito filtrante e permite virar de modo rápido e preciso. Esta solução, um exclusivo da Alfa Romeo, em curva, mantém constante o apoio do braço no solo e, graças à posição sempre perfeita da carroçaria em relação ao piso, é capaz de garantir elevada aceleração lateral. Seja qual for a situação ou a velocidade, a condução do Alfa Romeo Giulia é sempre natural e instintiva, graças também à relação de direcção mais directa do mercado.

Soluções técnicas únicas e exclusivas

Sempre segundo a cultura técnica da Alfa Romeo, o chassi e as suspensões devem ser perfeitas no projecto, na execução e na escolha dos materiais, devendo a electrónica ser utilizada unicamente para tornar ainda mais entusiasmante o prazer de condução já proporcionado pela excelência técnica de base.

O novo modelo oferece, assim, soluções técnicas exclusivas, como a tecnologia Torque Vectoring que, graças à dupla embraiagem, permite que o diferencial posterior controle separadamente o binário transferido para cada roda. Deste modo, a transmissão da potência ao solo melhora mesmo em situações de baixa aderência, o que permite conduzir o automóvel de modo seguro e sempre muito divertido, sem nunca recorrer a intervenções invasivas por parte do controlo de estabilidade. O novo Alfa Romeo estreia ainda o Integrated Brake System – inovador sistema electromecânico que combina o controlo de estabilidade com o tradicional servofreio -, que garante uma resposta instantânea dos travões e, logo, um espaço de imobilização recorde, para além de permitir uma importante optimização do peso.

Para além de excelente Cx, de perfeito equilíbrio das forças em curva e de brilhante comportamento dinâmico, o novo modelo caracteriza-se pelo Active Aero Splitter, sistema frontal que gere de forma activa a força vertical descendente, assegurando melhores performances e aderência, mesmo a velocidades elevadas. Todos estes avançados sistemas são geridos pelo Chassis Demand Control, o “cérebro” da electrónica de bordo que atribui a cada um deles uma tarefa precisa, a fim de optimizar as performances e o prazer de condução.

O novo Alfa Romeo Giulia propõe ainda o renovado selector Alfa DNA, que modifica o comportamento dinâmico do veículo com base nas escolhas do condutor: Dynamic, Natural, Advanced Efficient (modalidade de poupança energética que, pela primeira vez, é introduzida num Alfa Romeo) e, obviamente, Racing (nas versões de altas performances).

No habitáculo, o novo modelo oferece o máximo em termos de qualidade, segurança, conteúdos e conforto, com um elemento suplementar específico profundamente Alfa Romeo: a centralidade do condutor.

Não é por acaso que todos os comando primários estão incorporados no volante, como num automóvel de Fórmula 1, já que a interface homem/máquina é composta por dois comandos rotativos que regulam, de forma simples e imediata, o selector Alfa DNA e o sistema de informação e entretenimento.

Melhor relação peso/potência

Para atingir uma relação peso/potência excepcional, inferior a 3, o novo Giulia conjuga as extraordinárias prestações do motor com a ampla utilização de materiais ultraleves em todas as peças do veículo: a título de exemplo, fibra de carbono no veio de transmissão, no capô e no tecto, e alumínio no motor, travões, suspensões (incluindo apoios dianteiros e estruturas dianteiras e traseiras) e em muitos componentes da carroçaria, como portas e guarda-lamas. Para além disso, a travessa traseira é fabricada com material compósito de alumínio e material plástico.

A fim de reduzir o peso total, foram feitas intervenções também no sistema de travagem através da utilização de elementos de alumínio e discos de carbono-cerâmica, e ainda nos bancos, em fibra de carbono. Apesar da optimização do peso, a viatura goza da melhor rigidez de torção da categoria, garantindo, assim, qualidade ao longo do tempo, conforto acústico e estabilidade mesmo em caso de solicitações extremas.



About the Author

Edmar Rodrigues
Sou jornalista de Ti desde 1999. Tendo passado por publicações como ComputerWorld e Bit e pelos sites www.itnews.com.pt de 2002 a 2006 e www.i-tech.com.pt de 2010 a 2014. Actualmente faço a gestão do Tekie e do www.idrive.pt



 
 

 

PORTO EDITORA E SAMSUNG ASSINAM PARCERIA PARA IMPULSIONAR O DIGITAL NA EDUCAÇÃO

A Porto Editora e a Samsung assinaram terça-feira, dia 7 de novembro, uma parceria que tem como principal objetivo impulsionar a utilização do digital na educação. Para tal, a maior editora portuguesa e uma das maiores emp...
by Edmar Rodrigues
 

 
 

“Descubra” é a melhor APP para o turismo

A APP “Descubra” foi reconhecida pela ACEPI – Associação da Economia Digital – com o Prémio Melhor APP de Turismo Nacional, na edição de 2017 dos Prémios Navegantes XXI. O download é gratuito! Com uma interface d...
by Edmar Rodrigues
 

 
 

A HP Anuncia a Workstation Destacável mais Poderosa do Mundo

A HP apresenta a Workstation  destacável mais poderosa do mundo, concebida para responder às necessidades de desempenho e mobilidade de artistas, designers e profissionais de imagens digitais, que precisam de utilizar o Adob...
by Edmar Rodrigues
 

 

 

Puro apresenta novo adaptador multiportas Type-C

A Puro, representada em Portugal pela Projecto Visual, reforçou a sua gama de carregadores com o lançamento do adaptador Type-C HUB 6-em-1, compatível com a maioria dos dispositivos USB-C, e que permite adaptar vários tipos...
by Edmar Rodrigues
 

 
 

Huawei Mate 10: a verdadeira inteligência para o melhor desempenho de smartphone

Alimentado por Inteligência Artificial, o HUAWEI Mate 10 Pro é o smartphone mais poderoso do mundo. Entende os comportamentos dos utilizadores e gere de forma dinâmica e inteligente os recursos móveis, atendendo a todos os ...
by Edmar Rodrigues
 

 




 
%d bloggers like this: