Tekie
By iTech



Beyond

28/04/2014
 

Em Portugal os resultados da ATOS estão em linha com o planeado, tendo crescido em relação ao ano anterior

A ATOS acaba de anunciar os seus resultados relativos ao primeiro trimestre de 2014. A receita foi de € 2.064 milhões, o que representa uma evolução orgânica de -1,8% em relação ao primeiro trimestre de 2013. O resultado líquido foi de €830.000.000 até ao final de Março de 2014.

 

Thierry Breton, Chairman e CEO da ATOS afirma: “Durante o primeiro trimestre de 2014, a receita esteve de acordo com as estimativas e nas condições do mercado de previstas. O Grupo continua a focar-se no cumprimento dos seus objetivos para 2014 ao nível da receita, margem operacional e fluxo de caixa e as equipas estão a trabalhar para concluir grandes contratos de outsourcing. Estamos a acelerar a nossa aposta no crescimento externo no âmbito daquilo que definimos como sendo a nossa ambição para os próximos 3 anos, até 2016. Por fim, estou impressionado com o profissionalismo e a dedicação da equipa de gestão da Worldline, com vista a completar o IPO(1*) de acordo com o planeado, a par da gestão das operações do dia- a-dia.”

 

A atividade permaneceu desafiante na Península Ibérica, com uma queda de 4,5% em linha com as expectativas, mas apoiada por uma relação encorajadora do book-to-bill ratio de 112%. O negócio recuperou ao nível do Setor Público crescendo 6,4% e em Financial Services. O Business Unit enfrentou uma redução de gastos de TI de um grande cliente na área das Telecomunicações e outro na Indústria.

Em Portugal, os resultados foram superiores a igual período do ano anterior. Em função do crescimento do negócio, a ATOS Portugal aumentou o número dos seus colaboradores.

 

Representando 52% do Grupo, a receita de Managed Services que inclui o BPO foi de € 1,075 milhões, uma queda de 2,4% em relação ao primeiro trimestre de 2013. A maioria dos grandes contratos assinados em 2012 e em 2013 incluem Cloud Services, que estão a crescer cada vez mais. Esta dinâmica positiva não compensou totalmente o ligeiro declínio em serviços tradicionais de TI. A receita aumentou tanto em Financial Services como em Public & Health, respectivamente 7,5% e 2,4%. A receita em Telcos, Media & Utilities diminuiu 2,0%, resultante de menores volumes com KPN na Holanda e a desaceleração da Gefco na França. A maior parte da queda da receita do Service Line veio de Manufacturing, Retail & Transportation, mais particularmente, da Siemens, como resultado da redução do preço contratual, juntamente com menores volumes previstos. O BPO cresceu em Financial Services, graças à maior atividade com NS&I, e no Medical BPO apesar da liquidação do contrato WCA com DWP graças ao ramp-up de um novo contrato PIP.

 

Em Consulting & Systems Integration a receita chegou aos 724.000.000 €, o que representa 35% do Grupo, – 1,9% em relação ao primeiro trimestre de 2013. O Service Line cresceu no sector Public & Health e Manufacturing, Retail & Transportation, respectivamente, + 3,1% e +0,8%. Em Telcos, Media & Utilities a queda deveu-se principalmente à desaceleração de um contrato com a KPN. Os Financial Services foram influenciados pelo efeito de base com a AIG na América do Norte e os volumes mais baixos de França. A área de Consulting esteve acima dos 8,0% devido a uma actividade mais forte no Reino Unido. Em termos de práticos, o Application Management cresceu 3,1% e cada geografia apresentou crescimento nesta prática com exceção dos Países Baixos, que foi influenciado pela desaceleração de um contrato com a KPN.

Por fim, o crescimento da receita noutras unidades de negócios (3.5%) veio principalmente de atividades acrescidas na Ásia-Pacífico (em particular dos Managed Services na China), Índia, Médio-Oriente e África. A unidade de Major Events beneficiou com o sucesso obtido na prestação de serviços de TI para os Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi.



About the Author

Edmar Rodrigues
Sou jornalista de Ti desde 1999. Tendo passado por publicações como ComputerWorld e Bit e pelos sites www.itnews.com.pt de 2002 a 2006 e www.i-tech.com.pt de 2010 a 2014. Actualmente faço a gestão do Tekie e do www.idrive.pt



 
 

 

PORTO EDITORA E SAMSUNG ASSINAM PARCERIA PARA IMPULSIONAR O DIGITAL NA EDUCAÇÃO

A Porto Editora e a Samsung assinaram terça-feira, dia 7 de novembro, uma parceria que tem como principal objetivo impulsionar a utilização do digital na educação. Para tal, a maior editora portuguesa e uma das maiores emp...
by Edmar Rodrigues
 

 
 

“Descubra” é a melhor APP para o turismo

A APP “Descubra” foi reconhecida pela ACEPI – Associação da Economia Digital – com o Prémio Melhor APP de Turismo Nacional, na edição de 2017 dos Prémios Navegantes XXI. O download é gratuito! Com uma interface d...
by Edmar Rodrigues
 

 
 

A HP Anuncia a Workstation Destacável mais Poderosa do Mundo

A HP apresenta a Workstation  destacável mais poderosa do mundo, concebida para responder às necessidades de desempenho e mobilidade de artistas, designers e profissionais de imagens digitais, que precisam de utilizar o Adob...
by Edmar Rodrigues
 

 

 

Puro apresenta novo adaptador multiportas Type-C

A Puro, representada em Portugal pela Projecto Visual, reforçou a sua gama de carregadores com o lançamento do adaptador Type-C HUB 6-em-1, compatível com a maioria dos dispositivos USB-C, e que permite adaptar vários tipos...
by Edmar Rodrigues
 

 
 

Huawei Mate 10: a verdadeira inteligência para o melhor desempenho de smartphone

Alimentado por Inteligência Artificial, o HUAWEI Mate 10 Pro é o smartphone mais poderoso do mundo. Entende os comportamentos dos utilizadores e gere de forma dinâmica e inteligente os recursos móveis, atendendo a todos os ...
by Edmar Rodrigues
 

 




 
%d bloggers like this: